INICIAL PROGRAMAÇÃO NOTÍCIAS VITRINE VIRTUAL SOBRE

Sobre

“EU SOU DE UM PAÍS QUE SE CHAMA PARÁ”

(RUY PARANATINGA BARATA)

O maior encontro literário da região Norte, a Feira Pan-Amazônica do Livro, chega à sua 17ª edição com novidades. A primeira delas é o período de sua realização, que passa a acontecer no primeiro semestre do ano, entre os dias 26 de abril e 5 de maio, ainda no Hangar – Convenções e Feiras da Amazônia.

A tradição de homenagear um país diferente a cada ano também ganhou adaptações. Em 2013, as honrarias se estendem ao Estado do Pará e ao poeta que o elevou à condição de nação em seus versos – junto com o filho e parceiro de composições, Paulo André -, Ruy Barata. No “Encontro Paraense”, nomes como Maria Stella Pessoa, Harley Dolzane, Ney Paiva, Olga Salvary, Maciste e Daniel Leite já estão confirmados. A música paraense, como não poderia deixar de ser, dá as caras logo no dia da abertura no show Pará em Canto, reunindo grandes vozes e grandes canções germinadas nessa terra.

“Estamos resgatando uma dívida de muitos anos homenageando países mundo afora e esquecendo de homenagear o nosso como sentimento, pelo seu tamanho, riquezas e diversidade cultural”, explica o secretário de Estado de Cultura, Paulo Chaves. “Daqui saiu um dos maiores poetas de todos os tempos, o inesquecível Paranatinga, autor dessa frase histórica, ‘eu sou de um país que se chama Pará’”, reforça, enaltecendo Barata.

A Feira oferecerá ao público atividades bastante variadas como mesas redondas, palestras, sessões de autógrafos, oficinas, debates, seminários e shows. A programação inclui o “Encontro Literário”, que trará ao público escritores como Ignácio de Loyola Brandão, Tony Bellotto, Cristóvão Tezza, Guilherme Fiúza, Tiago Santana e José Castello. Outras atrações musicais ficam por conta da Palavra Cantada (RJ), um espetáculo musical infantil do grupo teatral Companhia do Tijolo (SP), e do cantor Toquinho. O premiado escritor Ziraldo terá sua participação no evento com a palestra “Estudar é importante, mas ler é mais importante que estudar”, seguida de sessão de autógrafos.

O evento realizado pelo Governo do Estado e pela Secretaria Especial de Promoção Social (Sepros), por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), realiza uma programação anual que inclui Saraus Literários, Pan-Amazônica nas Escolas, Pan-Amazônica nos Municípios e Salões Regionais do Livro. Em 2013 serão três salões do livro, realizados no segundo semestre em Santarém, na região do Baixo Amazonas; em Paragominas, na região do Capim; e mais uma região ainda a confirmar.

Serviço: O horário de funcionamento da XVII Feira Pan-Amazônica do Livro é de 10h às 22h, com entrada gratuita para todos os eventos.